ACEESA - Associação Centro de Estudos de Economia Solidária do Atlântico

Constituição

Constituição

Vivemos num Mundo cada vez mais complexo e pleno de incertezas e inseguranças, em que o Futuro e a Vida estão ameaçados de uma forma muito preocupante.

Neste princípio de século, cruzam-se os desafios da Competitividade, da Coesão Social (Solidariedade), da Sustentabilidade e da Diversidade (cultural e biológica) e se já os diagnosticámos e até já se realizaram encontros e cimeiras para a sua abordagem, ainda não se encontraram as soluções integradas (ou seja a Governância) para lhes fazer frente.

Nesse contexto, não deixa de ser interessante constatar as várias tentativas, de propor e experimentar novos caminhos e novos conceitos.

Estão nessa linha, entre outros, as práticas e as novas conceptualizações de Desenvolvimento e de Economia.

Assiste-se, a este propósito, a uma renovação das experiências, das fórmulas e dos conceitos com origem na corrente da Economia Social, oriunda das práticas europeias do século XIX do cooperativismo, mutualismo e associativismo, em que se procurava organizar a produção e a distribuição de bens e serviços, valorizando os interesses gerais e comuns em detrimento dos interesses individuais, estabelecendo o primado da pessoa humana sobre o capital e salvaguardando os objectivos sociais.

Essa renovação ocorre não só na Europa, na linha das correntes históricas referidas, mas é também alimentada a partir de uma enorme criatividade que os caminhos da socioeconomia da solidariedade, da entreajuda, do desenvolvimento, da cultura e do ambiente, vêm conhecendo sobretudo em África, na América do Sul e na Ásia.

Por razões que não é possível aqui aprofundar, mas que estão muito ligadas à luta contra a pobreza e a exclusão social, à solidariedade com os mais desfavorecidos e à sensibilidade social dos centros paroquiais, desenvolveu-se, nos últimos 15 anos, um processo inovador de Economia Solidária na Região Autónoma dos Açores, tendo por base inicial a experiência da Kairós e, mais tarde, das diferentes instituições reunidas na CRESAÇOR, que pode ser considerado exemplar, sob múltiplos aspectos.

Essa mesma lógica e os desafios daí decorrentes passaram depois para o Projecto “CORES”, no âmbito do Programa INTERREG, envolvendo as Regiões Autónomas dos Açores, Canárias e Madeira.

No desenvolvimento desse Projecto e das actividades próprias da CRESAÇOR foi possível estabelecer vários contactos, nesta área da Economia Solidária, com instituições, projectos e especialistas do Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, para além de outros de Portugal e da Espanha continentais.

Nesses vários contextos, foi-se aprofundando a reflexão e a avaliação dos vários projectos envolvidos, donde resultou a proposta de um conceito inovador de Economia Solidária (no sentido sistémico, e não apenas social), que tem funcionado como matriz de referência e princípio mobilizador quer para a acção quer para a investigação nestes domínios.



Questionários




ACEESA - Azores Rua D. Maria José Borges, 137 R/C Esq 9500 - 466 Fajã de Baixo - Ponta Delgada

Fotos de António Pacheco, Web Development Via Oceânica 2010